A Polícia Militar de Pato Branco foi solicitada até a comunidade do Passo da Ilha interior do município, para atender uma ocorrência de violência doméstica, onde uma mulher havia sido agredida pelo esposo.

No local a PM percebeu o nervosismo da mulher por medo do seu esposo, e relatou que ele teria armas de fogos na residência. O agressor estava na área do lado de fora da residência e negou as agressões. Relatou que discutiram por causa do churrasco que ele havia feito que estava cru.

Novamente a vítima relatou que quando foi ao banheiro vomitar o seu esposo pegou ela pelos cabelos e começou agredi-la com socos na sua cabeça e na boca. Posteriormente ele foi até o quarto e pegou uma arma longa calibre.12, e disse que não ia mais bater e sim mata-la, apontando em sua direção, neste momento seus três filhos menores interferiram.

Na sequência a vítima relatou o que havia acontecido para uma amiga através do WhatsApp e pediu ajuda, pois estava sendo agredida e ameaçada. Diante das afirmações da vítima a equipe policial que atendeu a ocorrência realizou buscas e localizaram em uma parede falsa do quarto do casal uma espingarda calibre .12 municiada com 5 munições, e um revólver calibre .38 com 5 munições.

Os policiais realizaram buscas no porão e encontraram uma espingarda calibre .12 desmuniciada, um rifle .22 com carregador municiado com 6 munições com silenciador acoplado, e uma pistola marca czech republic cz92 calibre 635 com carregador com 4 munições, e junto uma luneta, e diversas munições de vários calibres espalhados em diversos pontos da residência. Na sequência as armas, munições e o homem foram encaminhados à 5° SDP de Pato Branco para mais providências cabíveis ao fato.

Pato Branco Alerta.