Foto: Divulgação/Internet

Na tarde de hoje, quarta-feira (20) o Presidente Jair Bolsonaro, por meio do Ministério da Saúde, incluiu a cloroquina e seu derivado  hidroxicloroquina no protocolo de atendimento a pacientes com covid-19 mesmo em pessoas com sintomas leves.

Para o uso, o médico deve receitar o medicamento e o paciente deve estar de acordo e assinar um Termo de Ciência e Consentimento sob o uso da substância.

“Ensaios clínicos multicêntricos, controlados, cegos e randomizados que comprovem o beneficio inequívoco dessas medicações para o tratamento da covid-19”, disse o governo.

Apesar do uso do medicamento historicamente ser usado para tratamento de doenças infecciosas como malária, lúpus e artrite, segundo o Ministério da Saúde a aprovação vem da análise do uso do medicamento destas doenças e de outras pesquisas feitas ao redor do mundo.